Eu, porém, na justiça contemplarei a tua face; quando acordar, eu me satisfarei com a tua semelhança. (Sl 17:15 – ARA)

A herança de certas pessoas satisfaz suas necessidades e enriquece seus filhos; mas a herança do crente possui outra qualidade. Os homens do mundo têm o seu tesouro neste mundo, mas os homens do mundo por vir olham para algo que está mais além e mais elevado.

Nossa herança é dobrada: temos a presença de Deus neste mundo e a sua semelhança, no porvir. Neste mundo, contemplamos a face do Senhor em justiça, pois somos justificados em Cristo Jesus. Oh! que grande regozijo é contemplarmos a face de um Deus reconciliado! A glória de Deus na face de Cristo nos outorga um céu na terra e será para nós o céu dos céus no porvir.

Mas o comtemplar a face de Deus não é tudo; seremos transformados na semelhança daquele em quem temos fixos os nossos olhos. Dormiremos por um pouco tempo e acordaremos para nos encontrarmos como espelhos que refletem as belezas de nosso Senhor. A fé contempla Deus com um olhar transformador. O coração recebe em suas profundezas a imagem de Jesus , até que o caráter de Jesus esteja impresso na alma. Isto é verdadeira satisfação. Contemplar Deus e ser semelhante a Ele – o que mais podemos desejar? Neste versículo, o Espírito Santo faz que a firme confiança de Davi se torne na promessa do Senhor. Eu creio nesta promessa e a espero. Ó Senhor, sê condescendente em cumpri-la. Amém.

Charles H. Spurgeon