A transformação que resulta do contemplar a glória de Cristo, no evangelho, acontece progressivamente. “Contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem.” Falar sobre nossa transformação em termos de “glória” demonstra que a glorificação cristã começa na conversão, não na morte ou na ressurreição. De fato, na mente de Paulo, a santificação é a primeira fase da glorificação.

Por isso, devemos pensar sobre a vida cristã como um conformar-se, mais e mais, à gloriosa pessoa de Cristo. O primeiro e mais importante significado dessa conformação é moral e espiritual. Vemos o próprio Cristo como infinitamente belo em suas perfeições morais e espirituais e, consequentemente, infinitamente valioso. Ele é o maior tesouro no universo. Nós O vemos dessa maneira e nos deleitamos em ter encontrado a fonte de todo prazer e o cofre do tesouro do regozijo santo.

E, quando contemplamos a Cristo, também compartilhamos, mais e mais, da percepção espiritual de Cristo a respeito do Pai e do mundo. Cada vez mais, passamos a ver a preciosidade de Deus conforme Cristo a vê. E vemos que a glória do Pai e a do Filho são uma única glória. Não há escolha de uma em detrimento da outra. Eles se tornaram um Deus nas afeições de nosso coração.

Quando contemplamos a glória de Cristo, no evangelho, e experimentamos a sua pureza, chegamos a ver o pecado como repugnante e a salvação como magnificente. Não vemos mais as pessoas, como disse Paulo, “segundo a carne” (2 Co 5.16), mas com um amor que “tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (1 Co 13.7). Não desesperamos de ninguém, porque, apesar da depravação humana, “para Deus tudo é possível” (Mt 19.26). E não vemos mais a cultura com olhos de sedução ou desespero, mas com olhos de esperança. O Cristo soberano e vivo reivindicará, um dia, este mundo para Si mesmo. Nosso espírito é despertado e fortalecido por contemplar a glória de Cristo e sua paixão por fazer todas as coisas servirem à glória de seu Pai.

John Piper

Fonte: http://www.ocristaohedonista.com/