“corra… para a sua alegria”

Encontrarmos cristãos adúlteros e assassinos é algo mais comum do que parece. Se você é cristão, certamente está entendendo o que digo. Se não é um cristão, talvez isso soe mal em um primeiro momento. Mas creio que posso lhe mostrar como isso é possível.

Adultério e assassinato, para Deus, são vistos de modo bastante diferente. Adultério e assassinato têm a ver com nosso “coração” e não com nossas atitudes ou, nossa carne. Ambos nascem dentro de nós e, de lá, saem para nos destruir, além de destruir as pessoas envolvidas em nosso pecado. Cobiçamos e odiamos o tempo todo. Nosso coração permanece imundo aos olhos de Deus, caso não nos arrependamos e estejamos dispostos a mudar.

Os homens nos dias de Jesus não estavam acostumados a serem chamados de adúlteros e assassinos. Jesus, porém, os choca dizendo que eles nenhuma diferença tinham daqueles que tiravam a vida de alguém com uma faca ou daqueles que traíam sua esposa com uma jovem da vizinhança. 

Você, talvez, não esteja acostumado a ouvir que é um adúltero. Mas, se você é alguém acostumado a olhar com cobiça para outras mulheres ou homens, então, você é um adúltero. Se você está acostumado a tratar as pessoas com ódio, guardando rancor, ira, cólera, e ódio no coração por alguém, então, você é um assassino também. Veja:

Mt 5.27-28

27Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. 28Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.

Mt 5.21-22

21Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e: Quem matar estará sujeito a julgamento. 22Eu, porém, vos digo que todo aquele que [sem motivo] se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo.

Deus olha para o nosso coração, porque é lá que nasce todo e qualquer pecado. Com está seu coração? 

Pr 4.23

23Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida.

Mt 5.8

8Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.

Mc 7.20-23

20E dizia: O que sai do homem, isso é o que o contamina. 21Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, 22a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. 23Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.

Percebem? Nós todos somos adúlteros e assassinos em potencial. Está tudo dentro de nós. Pela graça de Deus, talvez, você ainda não tenha caído publicamente. Talvez, pela pura bondade de Deus (inexplicável), você ainda consiga disfarçar o ódio e a cobiça mais do que os outros. Até quando será, hein? Que Deus lhe ajude! Fuja do pecado, para o mais longe que puder. Corra! Corra desesperadamente! Corra para a sua alegria! “Se você está de pé, cuide para não cair”!

É isso aí. Apenas uma reflexão para não nos esquecermos de que não somos mais do que aqueles publicamente “caídos”.

 

Wilson Porte Jr.

Fonte: http://wilsonporte.blogspot.com/