A quem enviarei, e quem ha de vir por nós?

Estamos respirando dois grandes eventos: JIPS em ação e Missão JIPS. O fato é que para nos envolvermos em ambos, precisamos desenvolver uma consciência de quem de fato somos. O texto de Isaías nos ensina que:

-Para a realização da obra do Senhor, temos que ter a consciência de que somos pecadores, e de que ele é quem permite que nós a realizemos.

-Isaias disse: “Ai de mim porque meus olhos viram o Rei, eu sou de impuros lábios e vivo dentre os que também são pecadores”. Antes de sermos usados por Deus precisamos enxergar as nossas limitações e quem somos. Assim como Isaías outros também se portaram da mesma forma como Moisés, Jeremias e Pedro (na pescaria junto de jesus disse: “Afasta-se de nós pois somos pecadores”). Assim como eles o fizeram, nós também devemos primeiramente reconhecer que somos pecadores para dessa forma exercermos a obra do senhor de forma agradável diante de seus olhos.

-Você se lembra da última vez em que chorou confessando os seus pecados ?
-normalmente choramos  pedindo bençãos de Deus.

Isaias 6,v-6:Logo um dos serafins voou até mim trazendo uma brasa viva, que havia tirado do altar com uma tenaz Isaias 6,v-7:Com ela tocou a minha boca e disse: “Veja, isto tocou os seus lábios; por isso, a sua culpa será removida, e o seu pecado será perdoado”.

-Imagine se um dia você recebesse uma ligação dizendo: “Eu sei tudo o que você fez e posso provar.provavelmente sua reação seria ” deve ser umengano”, ou ” e agora como vou me livrar dessa?”.

-Conclusão; Por que os olhos dos homens parecem nos incomodar mais do que os olhos de Deus? Não deveria ser o contrário?

-Quando passamos a entender que os olhos de Deus estão sobre nós; vemos que ele não vê apenas os nossos pecados, mas também as nossas necessidades frente ao seu perdão.

-É errado o pensamento de que somente no Novo testamento se discute sobre missões, pois como cita-se em:

Salmo 96,v-1: Cantem ao Senhor um novo cântico; cantem ao Senhor, todos os habitantes da terra! Salmo 96,v-2: “Cantem ao Senhor, bendigam o seu nome; cada dia proclamem a sua salvação!”Salmo 96,v-3: “Anunciem a sua glória entre as nações, seus feitos maravilhosos entre todos os povo“.

-O Profeta então diz: Isaias 6,v-8: “Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por nós?” E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me!

-Portanto assim como o profeta, devemos ter uma vida como a dele, servindo a Deus todos os dias, mesmo quando não estivermos envolvidos diretamente com a obra do Senhor, através de oraçôes, intercedendo por aqueles que estão onde você não podê estar por N motivos.A participação não mostra quem é mais ou menos crente; logo devemos ter em mente que Deus é quem nos guia e escolhe para exercermos nossas atividades independentemente do que os outros pensam de nós.

-Temos que entender que temos um CHAMADO para isso; não trata-se do acaso, mas da vontade de Deus para que realizemos determinadas ações e tarefas.

saias 6,v-13: E ainda que um décimo fique no país, esses também serão destruídos. Mas, assim como o terebinto e o carvalho deixam o tronco quando são derrubados, assim a santa semente será o seu tronco”.

-Diversas são as vezes que você prega e a pessoa que recebe a Palavra não muda, você chega a se entristecer, mas não desiste. Devemos, primeiramente, entender que se Deus não abençoar, nossos resultados não serão obtidos. Portanto, temos que estudar, trabalhar, praticar.

Atos 2,v-47:
E ainda que um décimo fique no país, esses também serão destruídos. Mas, assim como o terebinto e o carvalho deixam o tronco quando são derrubados, assim a santa semente será o seu tronco”.

Temos que saber que se o Espírito de Deus não estiver presente, as obras de Deus em nossas vidas não se realizarão, nem seremos usados para a realização de suas obras.


Assim, tendo consciência de que somos pecadores salvos pela graça e chamados para anunciar as boas-novas, sabendo que os resultados dependem de Deus. Só Ele pode endurecer e quebrantar corações.