Devocional – Quinta 14/01/10

PROFUNDOS CONTRASTES

“Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro igualmente, os males; agora, porém, aqui, ele está consolado; tu, em tormentos”
Lucas 16:25

Dois homens são contrastados: um rico e um mendigo; um trajando ricas vestes, o outro coberto de trapos. Um desfrutava da companhia de gente ilustre, o outro era cercado pelos cães esfomeados; um tinha o corpo sadio, o outro era coberto de feridas. Não poderia haver destinos tão antagônicos. O rico era o símbolo do sucesso; o mendigo era a maquete do fracasso. Enquanto um tinha o mundo aos seus pés, o segundo tinha o peso do mundo em suas costas.

O rico morreu e foi sepultado. O mendigo, por sua vez, não diz o texto que foi sepultado. Talvez os cães que lambiam suas feridas tenham sido a sua própria sepultura. Lázaro, o mendigo, viveu e morreu longe dos holofotes da vida. Sua peregrinação foi marcada por solidão, pobreza e muito sofrimento.

Do lado de lá da sepultura o contraste continuou ainda mais acentuado. O mendigo foi escoltado pelos anjos para a Casa do Pai, o lugar de bem-aventurança eterna. Ali sua alma foi consolada. O rico, contudo, ao atravessar o vale da morte, entrou não no descanso dos justos, mas no tormento do inferno. As glórias da sua vida terrena não puderam aliviar o seu sofrimento na eternidade. O rico morreu e foi para o inferno porque viveu sem pensar na eternidade, sem se preparar para se encontrar com Deus.

Pense

Hoje é o dia oportuno para você saber que destino terá sua alma.

Fonte: Luz para o caminho

reuniaodeoracao

Reunião de Oração

Primeira Reunião de Oração do JIPS desse ano será realizado dia 14.01.10 (quinta-feira, Amanhã) às 19:00 na igreja.

E como estamos iniciando mais um ano, vamos nos reunir com nossas metas , novos projetos e tudo que desejamos e assim orar a uma só voz e um só coração!

Devocional – Quarta 13/01/10

SEMEADURA E COLHEITA

“E isto afirmo: aquele que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará”.
2 Coríntios 9:6

A Bíblia compara a contribuição cristã como uma semeadura e o dinheiro como uma semente. Os princípios que regem a semeadura e a colheita aplicam-se também à contribuição cristã. Quem semeia com fartura, com abundância ceifará. Não podemos esperar grande colheita se fizemos uma escassa semeadura.

A grande questão quanto ao dízimo não é de interpretação nem mesmo de compreensão, mas de obediência. A ordem de Deus é: honra ao Senhor com as primícias da toda a sua renda. A promessa de Deus é: e se encherão fartamente os seus celeiros.

O mandamento de Deus é: trazei todos os dízimos à Casa do Tesouro e provai-me nisto se eu não vos abrir as janelas do céu e derramar sobre vós bênção sem medida. O ponto central quanto ao dízimo é nossa confiança irrestrita na provisão divina.

A generosidade na contribuição é como uma abundante semeadura. Quanto mais abrimos as mãos, mais Deus derrama sementes em nossas mãos, para semearmos. Aquele que retém mais do que é justo, isso é pura perda, mas aquele que dá com alegria e generosidade, Deus o faz prosperar. Não duvide das promessas de Deus. Faça prova dele, pois ele é fiel para cumprir cada uma de suas promessas.

Pense

Sua colheita será proporcional à sua semeadura.

Fonte: Luz para o caminho

livro mais mal-humorado da biblia

Recomenda #8 – O livro mais mal-humorado da Bíblia

O livro mais mal-humorado da Bíblia
Ed René Kivitz

Sinopse:

Uma sucessão de fatos sem sentido ou um conjunto de sentidos sem nenhum fato? Seria essa a vida que você deseja? Qual o tipo de vida que você tem vivido? Muitas pessoas passam anos de sua vida, senão toda ela, buscando um sentido para vivê-la. Alguns o encontram, outros não.

No mundo de hoje é fundamental que o ser humano reflita sobre o tipo de pessoa que é e o que está construindo. Eclesiastes é fruto das reflexões de Salomão, o qual – após viver de tudo e desfrutar de tudo, depois de alcançar o trono de Israel, poder e riquezas – conclui que a vida não passa de “vaidade”.

Ed René Kivitz

Ed René Kivitz investiga a mensagem deixada por Salomão em busca das respostas que a humanidade persegue desde os primórdios e com rara habilidade desvenda o nó da existência humana.

Em sua releitura de Eclesiastes, Kivitz nos mostra que é possível vencer os amargos obstáculos da vida e ultrapassar as barreiras do tédio, do utilitarismo, da morte, da injustiça, da religião, do dinheiro, da pretensão, do crime, da fatalidade, da insensatez, da luta pela sobrevivência, do tempo e da ausência de sentido.

Eclesiastes retrata a vida como ela é, suas facetas mais obscuras, sem floreios e amenizações. Ed René mostra que existe um sentido para nossa existência e permanência na Terra e revela como encontrar esse sentido tomando as decisões certas, atendo-se ao que realmente importa. Ele enfoca que, mesmo com tantas adversidades, a vida vale a pena ser vivida!

Fonte : Mundo Cristão

Devocional – Terçar 12/01/10

O MELHOR AINDA VIRÁ

“…nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”. 
1 Coríntios 2:9

O melhor de Deus está por vir. As melhores coisas não ficaram para trás, mas estão à nossa frente. O cristão não caminha para o acaso, mas para o alvorecer da história.

Quando a cortina da nossa vida fechar, não desceremos para um túmulo frio, mas voaremos para a presença de Deus, entraremos em nosso lar e receberemos a coroa da vida.

Agora, enquanto cruzamos os vales da vida, atravessando desertos e subindo ladeiras íngremes, divisamos perigos. Nossa estrada está cercada de armadilhas. Inimigos espertos tentam nos atacar.

Mas, por mais adversas que sejam as situações, por mais sombrias que sejam as circunstâncias, não ficaremos prostrados no meio do caminho.

Mesmo quando Deus nos livra através da morte em vez de nos livrar da morte, o melhor ainda está por vir. Caminhamos não para um anticlímax, mas para o apogeu. Aqui habitamos numa tenda frágil, lá habitaremos numa mansão, casa não feita por mãos.

Aqui, somos esmagados por medos e angústias, lá descansaremos das nossas fadigas. Aqui, somos surrados pelas doenças e esmagados pelo peso de nossas fraquezas, mas lá teremos um corpo incorruptível e glorioso.

Pense

Aqui, temos apenas o penhor, lá teremos a posse completa da nossa herança!

Fonte: Luz para o caminho

cada som conta uma história

Curiosidade #7

Já pensou num filme sem uma trilha sonora, ou pior, com uma trilha sonora ruim, toda aquela emoção do “finalmente” Beijo, ou das guerras não existiria! ou talvez ganhasse outro sentido!

Nesses dois videos podemos ver claramente como o som pode transformar um video. confira!

Fonte: YouTube

Devocional – Segunda 11/01/10

PONTES NO LUGAR DE ABISMOS

“se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens”. 
Romanos 12:18

Devemos ser construtores de pontes, não cavadores de abismos. Ministros da reconciliação, não promotores de contendas. É necessário, porém, reconhecer que somos falhos e erramos uns com os outros, apesar da vida cristã não nos dar imunidade para pecar. Precisamos ser vigilantes para não sermos pedra de tropeço para os nossos irmãos.

Saiba que o caminho do arrependimento e do perdão é a única forma de construir pontes em vez de cavar abismos. Um cristão demonstra sua maturidade espiritual quando reconhece seu erro e tem disposição de pedir perdão. Não há comunidade saudável sem o exercício do perdão. Somos a comunidade dos perdoados e dos perdoadores. A Bíblia diz que precisamos perdoar uns aos outros como Deus em Cristo nos perdoou.

Além disso, nenhuma vitória tem gosto de vitória se a comunhão fraternal é quebrada. A única vitória que glorifica o nome de Jesus Cristo é a decisão de restaurar o que foi quebrado e de aproximar o que foi afastado.

Paulo diz: “Se esforcem bastante por preservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz” (Ef 4:3). Ainda diz que, se preciso for, devemos sofrer o dano para construir as pontes da reconciliação.

Pense

É tempo de construir pontes em vez de cavar abismos em nossos relacionamentos dentro da família e da igreja.

Fonte: Luz para o caminho

Devocional – Domingo 10/01/10

ENROLADO EM UM LENÇOL

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus para poderdes ficar firmes contra as ciladas do Diabo”. 
Efésios 6:11

A cidade de Jerusalém estava vivendo a noite mais dramática da sua história. Judas liderava a turba de sacerdotes e soldados que ia prender Jesus. Já era noite. Muitas pessoas apenas olharam a cena, mas um jovem não se conteve. Do jeito que estava, enrolado em um lençol, pulou de sua cama e infiltrou-se no meio da multidão enfurecida que levava Jesus preso. Não se apercebeu que lençol não é roupa. Não se deu conta que estava indevidamente vestido e que poderia ser exposto ao vexame.

Esse jovem é um símbolo daqueles que seguem a multidão, mas sem saber direito o que está acontecendo. Ele estava seguindo a Jesus, mas sem medir as consequências. Ele estava vestido inconvenientemente e despreparado para enfrentar as dificuldades. Os que se cobrem com um lençol simbolizam aqueles que seguem a Cristo sem compromisso.

Muitos ainda hoje estão na igreja, mas não seguem a Jesus de verdade. Estão no meio da multidão, mas não possuem aliança com ele. Têm apenas um verniz, uma casca de piedade, mas nenhuma essência de santidade. Como o lençol do jovem, as máscaras podem esconder por um tempo, mas uma hora caem e deixam a pessoa em maus lençóis, ou melhor, sem lençol.

Pense

Não é sensato vestir-se com um lençol! 
Você precisa trajar toda a armadura de Deus.

Fonte: Luz para o caminho

Devocional – Sábado 09/01/10

VERDADE E VIDA

“Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. 
João 14:6

A filosofia debate ainda hoje o significado da verdade. As religiões estão em busca dela. Cada uma prega a sua própria verdade. Para muitos é apenas uma escolha pessoal, subjetiva e relativa.

É preciso dizer que a verdade absoluta existe. Pode ficar escondida e abafada por um tempo, mas não por todo o tempo. Ninguém pode matar a verdade, que sempre prevalecerá!

A verdade é mais do que um conceito. É uma pessoa. Jesus é a verdade filosófica que satisfaz a sua mente, a verdade moral que preenche o seu coração e a verdade espiritual que inunda de gozo a sua alma. Dinheiro, prazer e sucesso não podem preencher o vazio da sua vida, mas Jesus satisfaz! Volte-se para ele e receba agora mesmo o dom da vida eterna.

O que é a vida? Muitos pensam que viver é ter dinheiro. Há aqueles que vivem, morrem e matam por causa de bens materiais. Há aqueles também que pensam que a vida está no prazer, nas viagens químicas e no delírio e embalo das emoções à procura de um sentido para a vida. Mas, ao final desse banquete da carne, colhem mais decepções. O sentido e o propósito da vida estão somente em Jesus Cristo.

Pense

Jesus é a verdade e a vida. Somente ele pode oferecer a você a vida eterna.

Fonte: Luz para o caminho

_DSC0016

Peixe fora d’água

Sem. David e Beth

No dia 31/12/09 , nosso amigo e seminárista David Bai foi para a Coreia do Sul para fazer mestrado no seminário Chongshin.

O JIPS deseja uma otima viajem, bons estudos e esperamos a sua volta com grande alegria.

O Sem. David começou um blog onde vai deixar registrado os acontecimentos de onde está morando –  Peixe fora da água – não deixe de visitar!

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes